21.4.10

i'm scared, but i'm okay.



O que tu não sabes é que durante muitos dias, te escrevi todos os dias (e sim, eu sei o que acabei de escrever), naqueles cadernos pautados de capa preta, sabes? São cinco, e poderiam ser mais , mas decidi acabar com esse hábito no mês passado, agora fazem parte da caixa de memórias, à semelhança de tantos outros cadernos que ali vou guardando. Todos os dias, falei contigo, nunca disse o teu nome, mas consigo encontrar-te em todas as palavras, e sei que tu também te encontrarias se eu te desse essa oportunidade. Naqueles cadernos, que eu nunca gostei, escrevi em todos os dias em que te amei, em todos os dias em que odiei, e até quando me eras indiferente. Falei de alegria e tristeza, descrições de dias inteiros, ou memórias dolorosas. Falei-te do meu bem e do meu mal. O hábito de te escrever era ainda maior que o hábito de querer falar contigo, ou o hábito da saudades, ambos hábitos que não perdi. Hoje, voltei a pegar nos cadernos, li quase tudo o que havia nos dois primeiros, mas já chorava antes das últimas páginas, quis deitar tudo fora, naquele momento, e não me importava que ainda fossem dez minutos à chuva, daqui até ao lixo, eu só queria que tudo parasse, que aquela dor parasse. Mas não, não te deitei fora, não os deitei fora, desta vez, não. Pois percebi, meu bem, que a dor não era de ti, nem de nós, era só de mim, chorava pela minha desilusão, pela minha infelicidade, e assim voltei a guardar tudo com carinho, um sorriso entre as lágrimas.

Fui buscar um novo caderno, um sexto, e escrevi que te amava (e que este mundo, me doí).

4 comentários

  1. eu também já por muito tempo escrevi em cadernos, um dia já não foi preciso escrever mais.

    i had an happy ending *

    espero que também o tenhas, parece que já começaste.. (:

    ResponderEliminar
  2. Tenho andado sem tempo para bisbilhotar, mas gostei muito dos últimos posts.
    o que importa é o último sorriso, entre lágrimas, e esperança, vais ver qu evai deixar de doer e vasi encontrar alguém que te escreva a cada hora.

    ResponderEliminar
  3. posso gostar muito do teu blog, mas ter um carinho especial por este post?
    *.*

    ResponderEliminar
  4. Butterfly:
    Certamente terei um final feliz, mas não aquele que pedi nos primeiros cadernos, não que isso me deixe triste. Só um pouco desorientada, pois não sei que raio de final quero, mas vou saber, em breve :)

    Only me:
    Acho que não quero alguém que me escreva a toda hora, desde que gostes de mim a toda a hora eu já fico feliz :p

    Marth:
    :)

    ResponderEliminar

be kind.

Copyright © gentesentada
Design by Fearne