11.6.15

vinte e um dias

Patterns - Laura Manfre | Carine Brancowitz | Watercolour Breakfast Food Illustrations by Holly Exley

Alguém me disse, ou eu li em algum lado (logo a fonte não é muito viável) que bastavam apenas vinte e um dias para mudar um hábito. Eu não sei se isso é verdade ou não, mas sei que nesta fase da minha vida (acho que é do final do semestre, pois sinto que um novo ano vai começar) há vários hábitos que eu gostava de trabalhar um pouco melhor e alguns mesmo excluir. Por isso é que esta ideia dos vinte e um dias tem andado mais pela minha cabeça. Nunca acreditei em formas milagrosas mas acredito em esforço e força de vontade. Sei também que se definir metas palpáveis me sentirei muito mais organizada e conseguirei perceber o que consegui ou não fazer (às vezes acho que sou demasiado rígida comigo, por outro lado, sei avaliar as minhas decisões e se o que estou a fazer está a fazer com que tenha os resultados pretendidos.) Assim, vou tentar introduzir alguns novos hábitos na minha rotina e excluir coisas que já não fazem sentido da forma como quero viver a minha vida. Ah, também já aprendi que é necessário fazer as coisas com calmas e não tentar introduzir todas as mudanças (por mais positivas que se saibam que estas vão ser) de uma só vez porque vamos acabar frustrados e sem conseguir chegar a lado nenhum (devagar se vai ao longe, já diz o ditado). 
E isto deve ser da velhice (vá, vinte e dois anos, estou na flor da idade, eu sei) mas tenho tido muita preocupação com a minha saúde (acho que também pode ser desta dor que já me acompanha há quase dois meses e não me deixa andar de bicicleta) e por isso muitos dos hábitos a mudar estão relacionados com este tópico da saúde, alimentação e exercício físico: 

1) Caminhadas (e eventualmente começar a correr)
2) Não comer chocolates (e depois cortar no pão)
3) Comer menos salgados (e introduzir o gosto pelos legumes) 

Também quero ter mais tempo para me dedicar a mim e isso foi uma das coisas que as caminhadas me fizeram perceber. Sim, comecei a fazer caminhadas na pior altura, frequências e trabalhos para quase todos os dias, e poderia ter corrido muito mal. Mas acreditem ou não, mas depois disso, as minhas notas subiram. Primeiro, gosto de falar da matéria e ir pensando nos apontamentos a caminhar (verdade!) e depois aquele bocadinho que eu tiro para mim, para caminhar (num sítio giro, sorte sorte) e estar com o Luís. Duas horinhas apenas e enchem-me de energia para aguentar a noite de trabalho que normalmente me espera e ainda me tornou mais organizada com o resto do tempo que tenho. E nesse sentido gostava de começar a tomar o pequeno-almoço à mesa todos os dias. Desculpo-me com a falta de tempo e vou sempre a comer para a escola e agora até guardo o pequeno-almoço para tomar no primeiro intervalo da manhã (depois de geralmente já ter feito algum esforço para estar atenta).

4) Tomar o pequeno-almoço todas as manhãs, sentada. Aproveitar que vão chegar as férias da escola.
5) Aproveitar um dia, de tempos em tempos, para marcar um pequeno-almoço tardio com alguma amiga para colocar a conversa em dia. - Tenho que começar a passar mais tempo com as pessoas que realmente gosto.

No fundo, são coisas simples mas sei que vão ter um impacto positivo em vários aspectos da minha vida e estou ansiosa para no final do verão olhar para trás e perceber que consegui atingir estes pequenos objectivos. Assim, além de fotografias giras para recordar, levo bons hábitos e espero conseguir riscar vários dos objectivos que estão na to do list do "moving out eventually".
E vocês, algum hábito que gostassem de alterar este ano?
p.s.: alguém conhece um bom blog de receitas fáceis e saudáveis? 

2 comentários

  1. Adorei este post Martinha, já sentia falta dos teus post pessoais e cheios de inspiração.
    Eu quero começar a ler as noticias todos os dias e a fazer ioga de cama, sim, isso existe e basicamente é para esticares um bocado os músculos. Nada major. Além disso quero ler um capitulo por dia pelo menos porque ando a ler pouco!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, ainda bem que gostastes, pois outro dos hábitos que penso adquirir é mesmo o de voltar a escrever mais sobre as coisas que vou experimentando.
      yoga na cama? por favor, fala-me mais disso!
      Isso das notícias realmente é um bom hábito, vou pensar nisso também. Às vezes sinto-me um pouco fora do mundo em que vivemos.

      Eliminar

Copyright © isto já não vai lá com chás
Design by Fearne