9.12.15

Ter 22 anos não está a ser giro. Não é ser criança nem ser adulto. Mas tenho que me comportar com responsabilidade, ser educada, saber o meu lugar no mundo, perceber o valor do dinheiro, cumprir prazos, chegar a horas, praticar desporto, saber maquilhar-me e usar saltos altos (sinceramente marta) mas aceitar que toda a gente me vai olhar de cima, achar-me infantil quando me queixar, achar-me ingénua quando me apaixonar e falar de sonhos e carreiras brilhantes, sentir-me tonta e assumir-me incapaz de perceber e sentir o mundo. Mas digo já, que sinto o mundo e dói. Sinto urgência em fazer algo e é sincero que quero ajudar mas tenho aqueles prazos todos apertar e 'ai de ti que qualquer coisa fique por fazer' como se o mundo deixasse de girar se ficasse mais um ano neste impasse de criança adulto.

Enviar um comentário

Copyright © isto já não vai lá com chás
Design by Fearne