15.11.14

Uma prenda para o Hugo


Como eu queria ter o tempo necessário para vos escrever todos os dias. Mas com os trabalhos da escola, com as frequências, com o trabalho.. o tempo é curto. E agora que convenci o Luís a instalar o Sims 3 no meu computador ando a perder um tempo extra a jogar aquilo (irei arrepender-me daqui a um mês quando já não achar piada nenhuma). No entanto, ando há já algum tempo para vos falar da prenda que este ano ofereci ao meu sobrinho mais velho, o Hugo. No dia 22 de Outubro ele celebrou 11 anos e eu e a T. decidimos oferecer-lhe um álbum com algumas das fotografias que nós tínhamos tirado dele ao longo dos últimos anos (nem sabem as saudades que foram ao fazer esta prenda!) Sabíamos que ele ia adorar (eu apanhei-o a ver e a rever o álbum algumas vezes durante a festa de aniversário) e também a mãe dele (que disse que ia levar para o trabalho para todos as amigas verem!). Enquanto tratava da prenda, pensei que poderia ser útil escrever aqui um pouco sobre o assunto, pois a minha experiência profissional levou-me a conhecer alguns truques e saber como funcionam algumas coisa. (Apesar de fazer muitos mais álbuns digitais!)
     

Álbum digital ou álbum analógico
Isto lembra-me uma coisa, o primeiro passo deverá ser escolher entre um álbum digital ou um álbum analógico. Eu gosto das duas coisas e normalmente tento escolher conforme a pessoa a quem vou oferecer ou consoante a situação aquilo que se enquadra melhor. Para mim, e para os meus, eu gosto do toque manual que o álbum analógico nos permite. Apesar do álbum digital ter um resultado final (especialmente fotografias que enchem a página toda, são as minhas preferidas). 
p.s.: a nível de preço, façam bem as contas. geralmente o preço não é muito diferente de um para o outro. O único senão é que geralmente os álbuns digitais levam menos fotografias por página - mas isso é apenas uma questão de gosto!

O álbum
Se optarem por um álbum analógico vão perceber uma coisa: os álbuns são artigos caros! Eu, pelo menos, que trabalhei durante dois anos numa loja de fotografia continuava achar que trinta euros por um álbum de 200 fotografias era uma extravagância (e visitei várias lojas e os preços não era muito diferentes!).
O que eu tinha em mente era comprar um álbum que estivesse estragado. Muitas lojas não se importam de vender estes mais baratos, visto que muitas vezes os arrumam nos armazém e ficam para lá. Numa quarta-feira (fica a dica para quem for de Viseu) passava pela rua direita com a minha irmã e eles fazem uma feirinha à qual sempre liguei pouco, até passar por uma loja de fotografia que tinha álbuns à porta. Não hesitei muito e comprei o álbum por 8€, um álbum que da mesma colecção na minha loja estava a 19,90€. A capa estava danificada e suja, mas não havia problema porque eu sabia que iria forrar o álbum! 
p.s.: se não sabem ou não tem tempo para forrar o vosso álbum, podemos arranjar alguma coisa ali para os lados da Mau Humor!




Tipo de papel: Matte ou Brilhante.
Durante muito tempo a minha resposta seria automática: matte. Evita a marca das dedadas e o papel brilhante sempre me pareceu bem... brilhante demais. No entanto, há algumas lojas que têm um papel que me parece ser uma mistura dos dois e funciona muito bem. Por exemplo (em viseu, claro) na Fnac eu opto pelo matte porque vem com um brilhozinho que não é exagerado e não deixa a fotografia totalmente fosca. No entanto, na loja onde eu trabalhava - e onde imprimi as fotografias para o álbum - eu optei pelo o brilhante que tivemos durante algum tempo porque dava uma vida extra às fotografias enquanto que o matte era totalmente fosco. Por isso o melhor será testar com uma fotografia (de rosto, de preferência que é onde nos vamos importar mais com o resultado final) e ver o que preferem. Ah, não apostem naqueles quiosques mágicos que há em vários pontos... se forem fotografias de rostos é provável que não gostem do resultado - falo por experiência própria!
p.s: em maior parte dos sítios compensa se juntarem muitas fotografias (entre as 200 e as 300).

Tamanho das fotografias
Neste caso eu optei por imprimir as fotografias mais importantes em 10x15 (o tamanho mais comum, "tamanho postal"), no entanto havia algumas fotografias que eu queria colocar também, mas eram menos importantes ou pertenciam a alguma série de fotografias e não valia a pena serem todas em grande então imprimi algumas mais pequenas (metade de uma 10x15 aproximadamente). Isto é algo que se pode pedir para fazer na loja onde se imprime, mas em alguns casos tem um custo extra. 
Maior parte dos álbuns analógicos que se vendem não permitem colocar quatro fotografias seguidas. Por isso se cortarem a vossa fotografia num quadrado, 10x10, conseguem fazer colagens divertidas. Isto é mais uma daquelas coisas que se pode pedir para fazer na loja, mas precisam de saber muito bem onde vão colar o quê.. Eu decidi imprimir na mesma em 10x15 e depois cortar os 5cm extra e juntar as que me apeteciam!
Para imprimir em maior eu aconselho entre 15x20 a 20x25 (maior, eu acho que já não fica tão bem e nem dá para todos os álbuns. também podem imprimir em quadrado 15x15 ou 20x20, por exemplo)
p.s.: para fazerem o tamanho mais pequenino e tiverem alguma conhecimento de photoshop, basta abrirem um novo documento com 10cm por 15cm e 300 de resolução. Depois basta colocarem as duas fotografias que quiserem e cortar em casa!



Colocar as fotografias no álbum.
Usar autocolantes (vendem-se nas papelarias & lojas de fotografias). Eu aconselho aqueles que se colocam mesmo atrás da fotografia e não aqueles que são conhecidos por cantos. Visto que exigem mais paciência e uma colocação mais cuidada (quem me conhece, sabe que nestas coisas prefiro coisas práticas e que não me atrasem - já que faço tudo em cima do joelho!)
No entanto, eu dispenso isso e uso fita-colas decorativas que são o ideal para este tipo de trabalhos. Especialmente porque até se pode usar fita-colas relacionadas com o tema das fotografias (natal, férias, praia, campo, cozinha..) Estas fitas encontram-se em muitas lojas, mas especialmente em locais onde vendam artigos de papelaria (como por exemplo, fnac e continente que têm uma zona dedicada a esse tipo de artigos). 
p.s: quando não uso fita, uso cola UHU porque é a melhor coisinha por aí anda a nível de colas!

Temas
Como eu estava a fazer um álbum com fotografias de vários anos, eu preferi em algumas situações colocar páginas com apenas uma fotografia do que misturar temas - mas isso já é ao gosto de cada um.

Desenhos 
Para além das fita-colas decorativas eu aconselho também uns desenhos. Conforme o destino do álbum podemos acrescentar umas coisas mais mimosas. Como era para um rapaz, e algumas páginas ficaram em branco, ele ainda vai andar com aquilo durante uns anos, eu não queria fazer nada muito infantil. Por isso, limitei-me a marcar o ano, as pessoas da família e um ou outro momento mais marcante. Podem fazer desenhos em páginas inteiros ou fazer colagens. Aí, já depende da imaginação e gosto de cada um. 



Se ficaram com alguma dúvida não hesitem em perguntar! E para irem estando a par de todas as novidades do dia-a-dia podem seguir a minha página do facebook




4 comentários

  1. adorei simples e fantástico. Eu não consigo encontrar fita-colas assim com imagens ou cores, as unicas que tenho são umas rosa fluorescente e umas douradas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já viste em papelarias e na fnac? Aqui há muita variedade nesses dois sítios.

      Eliminar

Copyright © gentesentada
Design by Fearne