27.7.15

à mesinha de cabeceira

"-As histórias mudaram, caro rapaz - diz o homem de fato cinzento, com uma tristeza quase impercetível na sua voz. - Já não existem batalhas entre o bem e o mal, nem monstros para serem trucidados ou donzelas à espera da salvação. A minha experiência diz-me que a maior parte das donzelas são perfeitamente capazes de se salvar sozinhas, pelo menos as que valem qualquer coisa, em todo o caso. Já deixaram de existir as simples fábulas com demandas, monstros e finais felizes. As demandas têm falta de objetividade em relação às suas metas ou percursos. Os monstros revestem-se de formas diferentes e é difícil reconhecê-los por aquilo que são. E nunca há verdadeiramente finais felizes ou outros quaisquer. As coisas prolongam-se indefinidamente, sobrepõem-se umas às outras e perdem os contornos; a tua história é parte da história da tua irmã , que é parte de muitas outras histórias, e é impossível saber onde muitas delas vão parar. O bem e o mal são muito mais complexos do que uma princesa e um dragão ou um lobo e uma menina vestida de vermelho. E afinal o dragão não é o herói da sua própria história? O lobo não se limita a agir como os lobos o devem fazer? Embora talvez aquele lobo que vai ao ponto de se disfarçar de avó para manobrar a presa seja algo invulgar."

Circo dos sonhos - Erin Morgenstern
(espero ter o tempo para vos falar deste livro)

Enviar um comentário

Copyright © gentesentada
Design by Fearne