15.5.16

alguém desse lado?

uns auto-retratos do secundário com a ajuda da Manuela
Hoje acordei com a sensação de que não deveria publicar mais neste espaço. Outra vez, sim. Desde que comecei a estudar no ensino superior que sou muitas vezes assaltada por este pensamento. Por esta sensação de que este é mais um espaço em mil e que está ocupar espaço sem nenhuma finalidade para além da minha vontade de ter um álbum de recortes gigantes das minhas fotografias, das músicas, dos vídeos e dos meus desenhos. Honestamente, isto interessa a alguém? Quando se publica algo supõem-se que é para um outro alguém que está desse lado (e eu muitas vezes imagino X ou Y a ler algumas das minhas publicações, pessoas que fui perdendo ao longo do caminho) mas nunca fui de me preocupar com ter um público, aumentar ao meu público, as coisas foram acontecendo naturalmente e eu já ganhei umas amizades bem jeitosas aqui. Mas neste momento sinto-me tremendamente incomodada com esta coisa de não trazer novo ao publicar no gentesentada. Nesta linha de pensamento dou por mim a ter vontade de fazer vídeos ou pequenas publicações com truques e coisas que fui aprendendo na fotografia ao longo destes últimos dez anos, mas quando chega a altura penso sempre Mas quem sou eu para falar disto? Mas não estou preocupada, o que tiver que ser, será.

Entretanto, ontem tirei umas fotografias que achei que tinham ficado tão bonitas que sei que vou querer partilhar aqui.

13 comentários

  1. interessa pois! o teu blog é uma fonte de inspiração :)
    adorava ver vídeos teus e publicações com truques e dicas, ajudava muito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras queridas Diana :)
      Irei pensar seriamente nisto da fotografia e de partilhar um bocadinho daquilo que sei!

      Eliminar
  2. Se para ti continuar a fazer sentido, para mim, enquanto leitora continua a fazer! Gosto da forma despretensiosa como publicas e Europe que gosto de fotografia gosto de ver o teu olhR de fotografa a evolution e Europe fb a aprender

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras queridas Mafi.
      "Gosto da forma despretensiosa como publicas", e acho que é disso que tenho mesmo mais saudades. De poder publicar sem me preocupar com todas as coisas que já aprendi sobre blogs e fotografia nos últimos anos.

      Eliminar
  3. * corrector ortografico chato: queria dizer "a evoluir e eu também a aprender "

    ResponderEliminar
  4. eu já acompanho este blog há uma catrefada de anos. já lhe vi mil caras, já te vi mil penteados. sei os nomes das tuas irmãs e os de quem já amaste. sou capaz de recordar todos os quartos que já foram teus, o teu amor pela joanne harris, os teus notebooks iniciais e algumas peças de roupa que usaste sem parar. já gastei os dedos a contar projetos que iniciaste e continuo a espantar-me, de todas as vezes, que vejo uma fotografia do hugo. ele era tão pequenino há... sei lá, cinco minutos atrás?! lembro-me de perceber quando a toda a tua arte passou a ser mais cuidada e de te sentir um tanto claustrofóbica nisso. como se o conhecimento técnico te fosse um tanto ou quanto prisão, para o tanto de intuição e coração que há em ti. acho que ainda hoje tentas arranjar um meio termo que te permita voltar à liberdade que sentias antes da faculdade, essa liberdade de sentir sem intelectualizar. a pouco e pouco, chegarás lá. não te cobres tanto, não sejas tão dura contigo. a faculdade dá-nos tudo em caixinhas. empilha as diferentes caixinhas. logo depois dela virão as limpezas de verão. só sobrará aquilo que te fizer sentido. confia em ti como júri. agora, este blog sempre foi a marta, o mundo aos olhos da marta filipa. e foi sempre inspirador. ensinaste a todos que em ti demoraram o olhar que tudo é objecto de atenção. todas as nossas pessoas, todas as nossas coisas, todas os nossos lugares. é preciso olhar, saber olhar, aprender a olhar: se ainda não é bonito para nós, é porque estamos a ver do ângulo errado. ensinaste a todos através da tua sensibilidade muita coisa palpável também, a reparar e a estimar quem nos rodeia, a sonhar, a criar, a desapegar e continuas a fazê-lo. então, tens toda a autoridade para nos ensinar outras coisas porque continuamos aqui, a aprender contigo, a sonhar contigo, a respirar contigo o adocicado dos dias. nutro muito carinho por ti e sinto uma alegria genuína por todas as tuas conquistas. de verdade. e creio não ser a única. por isso, um beijinho e um obrigada por teres a generosidade de partilhar este blog-diário com o mundo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. li este teu comentário antes de adormecer e se não tivesse sido por ter sido invadida por uma súbita insónia teria adormecido de coração cheio. as tuas palavras são tão queridas, o teu conselho tão sábio, "a faculdade dá-nos tudo em caixinhas. empilha as diferentes caixinhas. logo depois dela virão as limpezas de verão. só sobrará aquilo que te fizer sentido. confia em ti como júri." vou copiar estas tuas palavras para a minha agenda (que é uma mistura de agenda com os meus notebooks iniciais) para ler todas as vezes que estiver com crises de blogueira.
      um muito sincero obrigada por estas palavras.

      Eliminar
  5. marta,
    este foi o primeiro blogue que comecei a ler, há não sei quantos anos atrás, ainda antes de ter o meu próprio blogue. tinha o link nos favoritos e volta e meia vinha espreitar-te. rapidamente comecei a espreitar-te todas as semanas até ter evoluído para todos os dias. há para aí sete ou oito anos que gosto de te acompanhar por aqui. em tempos mais parados, li e vi os posts anteriores ao eu ter-te descoberto, por isso deixa-me que te diga: já vi e revi, li e reli o teu blogue de fio a pavio e é tão engraçado como ao longo de tantos anos até fico com a sensação que já te conheço, que sei do que gostas e o que te deixa nervosa e inquieta. tal como a pê disse, conheço-te mil penteados e mil caras deste blogue. lembro-me de vários nomes que deste ao blogue, dos intermináveis projetos, dos teus desenhos, da caixa das palavras com os papelinhos que a tua irmã T. te ofereceu [há quantos anos foi isso?!]. este teu blogue já faz parte da minha rotina diária e acredito que faça parte da rotina de muitas mais pessoas. é sempre tão satisfatório ler-te, ver as tuas fotografias. a tua vida parece sempre tão mais interessante e aterefada que a da maioria das pessoas ahah. não penses que estás a ''ocupar espaço desnecessário'', porque enquanto este blogue for uma coisa que te completa ou, pelo menos, for aquele refúgio para onde te podes virar quando todas as outras opções não respondem ao que precisas, então nunca será um espaço desnecessário :)
    um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manganet lembro-me de ti! Não te via por estes lados à muito tempo, é bom saber que ainda me acompanhas :) um muito obrigada pelas tuas palavras, não me imaginava a fazer parte da rotina de alguém e é engraçado, que muito do que eu sou está aqui nestas páginas, muito sincero e genuíno, por isso sim " até fico com a sensação que já te conheço" é bem possível que seja mais verdade do que pensas.
      um beijinho *

      Eliminar
  6. Adorava que desses dicas, tu estudas fotografia além disso o teu trabalho prova que tu és alguém que pode e deve dar dicas :)) (as fotos estão um amor ...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Irei pensar seriamente neste assunto Maria :)
      um obrigada *

      Eliminar
  7. Marta, tu és fantástica. E o teu blogue, como um bocadinho de ti, também o é. Vai ser sempre dos meus blogues favoritos: lindo desde o conteúdo ao tipo de letra. O teu blogue sabe-me à casa de uma amiga de infância. Tão bom :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. oh que palavras tão queridas Mariana. um muito obrigada, sincera.

      Eliminar

Copyright © gentesentada
Design by Fearne