10.3.17

GALA DA MÁSCARA, PARTE II | WORK

Gala Solidaria
A convite da Associação VisiunarteAteliês fui fotografar a Gala da Máscara, Projeto Desafios Escola Básica Grão Vasco (onde por acaso eu andei na escola). Este é um espetáculo solidário de teatro, música e dança, para a angariação de fundos para a visita internacional a Paris e Londres. Como foi uma gala uma pouco extensa decidi dividir em duas partes e podem ver a primeira aqui: Gala da Máscara, Parte I

Gala SolidariaGala Solidaria Gala Solidaria Gala SolidariaGala Solidaria Gala Solidaria galasolidaria_118galasolidaria_120 galasolidaria_122 galasolidaria_141 galasolidaria_132galasolidaria_144 Gala Solidaria Gala Solidaria Gala Solidaria Gala Solidaria

2 comentários

  1. Olá Marta! Espero que esteja tudo ok contingo. Ha uns tempos atrás soube de uma coisa que mudou por completo a minha relação com a fotografia/máquina fotográfica: o tempo de vida do shutter da máquina. Apesar de gostar bastante de fotografia e fotografar nada assim do outro mundo, não sei/sabia muito sobre as componentes das máquinas. E saber que o shutter da máquina DSLR tem um certo período de tempo de vida deixou-me receosa no que toca a fotografar. A máquina é da minha irmã, porque nunca tive €€ para comprar uma. Pelo que pesquisei ainda está na metade para o que é esperado. Foi comprada a 2014 e já tem cerca de 14000 cliques. Cada vez que a utilizo fico sempre na dúvida se devo fazer o disparo ou se devo esperar pelo "momento certo". A minha pergunta aqui é se poderias falar um pouco mais sobre isso, num post do blog. Explicar o teu ponto de vista e a tua maneira de ver este "problema". Obrigada. Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma questão muito interessante e pertinente! É algo que me preocupa a mim também e levanta uma série de questões que seria mesmo importante abordar. Vou planear uma publicação a falar do tema.
      Obrigada pela dica!

      Eliminar

Copyright © gentesentada
Design by Fearne